Riscos Ambientais, por Fernanda Barboza

0

Olá, meu amigo (a), como está a sua preparação? Vamos turbinar? Faça a leitura deste artigo de hoje, pois o tema está em todas as provas: riscos ambientais.

Vamos ao conceito: riscos ambientais são agentes presentes nos ambientes de trabalho que podem afetar o trabalhador a curto, médio e longo prazo, provocando acidentes com lesões imediatas e/ou doenças denominadas profissionais ou do trabalho, que se equiparam a acidentes do trabalho.

Uma das atribuições da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), detalhada na nossa aula de NR5 (Norma Regulamentadora nº 5), é identificar e relatar os riscos existentes nos setores e processos de trabalho.

A Portaria 25 de 1994, que é um anexo da NR 5, detalha o objetivo do mapa de risco e as cores correlacionadas com os riscos, vamos acompanhar?

Classificação dos Riscos Ocupacionais

Os riscos ambientais devem ser estruturados e avaliados no contexto da saúde do trabalhador, visando evitar acidentes e doenças.

Vamos conhecer esses riscos e seus exemplos, pois essa temática cai muito em provas.

Veja com caiu na prova!

  1. (FCC 2013) De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego, os causadores de acidentes aos profissionais da saúde no ambiente de trabalho estão os agentes, dentre outros,
  2. a) ergonômicos, físicos e alimentares.
  3. b) físicos, químicos e aéreos.
  4. c) aéreos, químicos e biológicos.
  5. d) físicos, químicos e biológicos.
  6. e) alimentares, mecânicos e ergonômicos.

Comentário: Letra D.

As demais alternativas: não estão incluídos riscos alimentares, aéreos e mecânicos.

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) classifica os riscos ocupacionais de acordo com sua natureza: física, química, biológica, ergonômica ou acidental. Assim, eles podem ser operacionais (riscos para acidente), comportamentais ou ambientais (físicos, químicos ou biológicos, ergonômicos).

Cada tipo é identificado por uma cor, o que acarreta a facilidade de realizar a sinalização, a qual contribui, portanto, para a segurança do trabalhador.

Cada risco respectivo possui uma série de exemplos conforme tabela abaixo retirada da Portaria n.º 25 do MTE, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1994: 

Veja a questão abaixo:

  1. (CESPE/2011/Correios) O mapa de riscos, surgido na Itália, chegou ao Brasil na década de 70 do século passado, tornando-se obrigatório nas empresas por meio da Portaria n.º 5/1992 do Departamento Nacional de Segurança e Saúde do Trabalhador. Acerca desse mapa, julgue o item a seguir.

De acordo com a codificação utilizada no referido mapa, vírus, fungos e bactérias são identificados com a cor verde.

Comentário: Errado, seria a cor marrom.

Observe a importância de fazer questões, veja o risco biológico sendo cobrado novamente:

. (UFSC EBSERH IBFC 2016) Assinale a alternativa que contempla a cor representante do risco biológico, segundo a classificação dos principais riscos ocupacionais em grupo de acordo com sua natureza e a padronização das cores correspondentes.

  1. a) Verde
  2. b) Marrom
  3. c) Vermelho
  4. d) Amarelo
  5. e) Azul

Comentário: Letra B, os riscos biológicos são da cor marrom.

  1. (IADES/2014/EBSERH) É obrigatória a toda CIPA a confecção de um mapa de risco da unidade, no qual sejam visíveis as áreas de risco por agentes físicos, químicos, biológicos, ergonômicos ou mecânicos, identificados por cores diferentes preestabelecidas. No que se refere à cor com que devem ser identificadas áreas de risco por agentes biológicos, assinale a alternativa correta.
  2. A) Verde.
  3. B) Amarelo.
  4. C) Azul.
  5. D) Vermelho.
  6. E) Marrom.

Comentário: Letra E.

Para você não esquecer: Risco biológico – Marrom.

Vamos praticar fazendo muitas questões para garantir sua aprovação.

Finalizamos as nossas dicas de hoje, lembre-se de conferir nossas dicas em outros artigos e os nossos cursos do Gran Cursos Online! Siga ligado (a) no modo turbinado rumo a sua aprovação!

_______________________________________________________________

Fernanda Barboza é graduada em Enfermagem pela Universidade Federal da Bahia e Pós-Graduada em Saúde Pública e Vigilância Sanitária. Atualmente, servidora do Tribunal Superior do Trabalho, cargo: Analista Judiciário- especialidade Enfermagem, Professora e Coach em concursos. Trabalhou 8 anos como enfermeira do Hospital Sarah. Nomeada nos seguintes concursos: 1º lugar para o Ministério da Justiça, 2º lugar no Hemocentro – DF, 1º lugar para fiscal sanitário da prefeitura de Salvador, 2º lugar no Superior Tribunal Militar (nomeada pelo TST). Além desses, foi nomeada duas vezes como enfermeira do Estado da Bahia e na SES-DF. Na área administrativa foi nomeada no CNJ, MPU, TRF 1ª região e INSS (2º lugar), dentre outras aprovações.

_____________________________________________________________________

Estudando para concursos da área da Saúde? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e mais de 27 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!

Matricule-se!

garantia-de-satisfacao-30

Deixe uma resposta