Quebrando a Banca CESPE: confira questões sobre saúde da mulher e planejamento familiar

0

Olá, amigo(a) concurseiro(a)! Hoje iremos comentar algumas questões da banca CESPE dentro da temática de saúde da mulher e especialmente no planejamento familiar. Esse tema inclui a análise dos seguintes referenciais:

1. Constituição Federal, artigo 226, que aborda o papel do Estado no planejamento familiar;
2. Lei n. 9263/1996 – normatiza o planejamento familiar, regulamenta alguns crimes e requisitos da esterilização definitiva;
3. Caderno de Atenção Básica – CAB 26 do Ministério da Saúde;
4. Protocolo de Atenção à Saúde das Mulheres na Atenção Básica 2016.

Recomendo o aprofundamento deste tema, pois é muito cobrado nas provas. Os aspectos mais cobrados são os métodos anticoncepcionais e os requisitos da esterilização definitiva. Além disso, é relevante saber a diferença entre os métodos de emergência e as indicações de uso.
É importante lembrar que o planejamento familiar inclui não apenas os métodos de anticoncepção, mas também de concepção, como a fertilização.
O CAB 26 aborda alguns grupos específicos na assistência ao planejamento familiar, como adolescentes, mulheres na lactação e mulheres no climatério.
Seguiremos, então, com a análise das questões exclusivamente da banca CESPE, mas, se você fizer outras provas, perceberá que esses tópicos se repetem em outras bancas.

1. (CESPE/TJAL/2012) Assinale a opção correta acerca da saúde reprodutiva e sexual humana.

a) Os locais mais adequados para um homem portar uma camisinha masculina são a carteira ou o bolso.
b) O diafragma pode ser retirado transcorridas cinco horas da última relação sexual mantida pela mulher, tempo necessário para que os espermatozóides que tinham permanecido na vagina morram.
c) A ligadura de trompas e a vasectomia voluntárias podem ser feitas, respectivamente, em mulheres e homens acima de trinta e cinco anos de idade, com capacidade civil plena e, pelo menos, um filho vivo, desde que obedecido prazo mínimo de quarenta dias contados desde a manifestação da vontade do(a) paciente.
d) As pílulas combinadas podem ser utilizadas no período de amamentação.
e) O conceito de saúde reprodutiva envolve a capacidade de a pessoa desfrutar da vida sexual saudável e a liberdade de ter ou não filhos, quantos e quando quiser.

Gabarito: E

A. Errado. O Ministério da Saúde recomenda armazenar condons em lugar fresco e escuro, se possível. Calor, luz e umidade os danificam. Por exemplo: evitar deixá-los em porta-luvas de automóveis, em carteiras de dinheiro ou bolso da calça.
B. O diafragma pode ser colocado na hora da relação sexual ou, no máximo, duas horas antes. O diafragma só deve ser retirado de seis a oito horas após a última relação sexual, não devendo permanecer mais de 24 horas, com a finalidade de se evitarem efeitos colaterais.
C. Errado. A idade é de 25 anos, e o número de filhos dois. O prazo para manifestar a vontade e fazer a cirurgia é de 60 dias.
D. A pílula combinada é contraindicada durante a lactação pelo efeito do estrógeno sob o bebê. Apenas deve ser utilizada pílula de progesterona durante a lactação.

 

2. (CESPE/MPU/2013) Acerca de saúde reprodutiva da mulher, julgue o item seguinte.
Uma mulher que utiliza o anticoncepcional oral como método de contracepção deve ser orientada, caso se esqueça de tomar uma pílula, a tomá-la assim que se lembrar de fazê-lo e a continuar o uso do anticoncepcional como de costume.

Gabarito: CERTO

 

3. (CESPE/MPU/2010) Considerando os métodos de planejamento familiar, tanto os voltados para a concepção de filhos quanto os voltados para a prevenção da gravidez, julgue os próximos itens.

A reprodução assistida não se inclui na programação de planejamento familiar proposta pelo Ministério da Saúde.

Gabarito: ERRADO

O SUS também atende os casos de infertilidade. Segundo o MS, a atenção em planejamento reprodutivo deve incluir a oferta de métodos e técnicas tanto para a anticoncepção como para a concepção, a depender das escolhas das pessoas quanto a ter ou não filhos. Tais meios e métodos devem ser cientificamente aceitos e não podem colocar em risco a vida e a saúde das pessoas.

 

4. (CESPE/TJRO/2012) No que se refere a anticoncepção de emergência (AE), assinale a opção correta.
a) O método de Yuzpe, que utiliza anticonceptivos hormonais combinados, é o mais indicado como AE.
b) O enfermeiro que prescrever AE estará sujeito às sanções previstas no código de ética da categoria.
c) É cientificamente comprovado que a utilização desse método pode resultar em aborto.
d) Há contraindicações para o uso de AE em adolescentes, devido aos aspectos de maturidade do útero nessa faixa etária, o que restringe a sua prescrição a essa população.
e) O prazo para início da AE pode ser ampliado até o quinto dia após relação sexual, não devendo, portanto, ser limitado ao período de 72 horas após a relação.

Gabarito: E

A. O mais indicado é o método PAE.
B. Faz parte do atendimento do enfermeiro prescrever métodos anticoncepcionais de emergências dentro do protocolo do MS.
C. Segundo o MS, a anticoncepção de emergência não é abortiva.
D. Não é contraindicada a contracepção de emergência em adolescente. Pode e deve ser utilizada após relação sexual desprotegida.

5. (CESPE/MPU/2010) Considerando os métodos de planejamento familiar, tanto os voltados para a concepção de filhos quanto os voltados para a prevenção da gravidez, julgue os próximos itens.

Segundo dados recentes publicados pelo Ministério da Saúde, o dispositivo intrauterino (DIU) não provoca aborto, porque atua antes da fecundação do óvulo, inativando ou matando os espermatozoides.

Gabarito: CERTO

Observe o mecanismo de ação do DIU e verifique que ele não é abortivo (Caderno de Atenção Básica 26-MS): “O DIU atua impedindo a fecundação tornando mais difícil a passagem do espermatozoide pelo trato reprodutivo feminino, reduz a possibilidade de fertilização do óvulo. Além disso, o DIU de cobre afeta os espermatozoides e os óvulos de várias maneiras. Eles estimulam reação inflamatória pronunciada ou reação à presença de corpos estranhos no útero”.

6. (CESPE/MPU/2010) Considerando os métodos de planejamento familiar, tanto os voltados para a concepção de filhos quanto os voltados para a prevenção da gravidez, julgue os próximos itens.

Entre os efeitos colaterais da injeção hormonal como método contraceptivo, incluem-se: enjoo, vômitos, sangramento ou marca de sangue entre menstruações, ausência de menstruação, aumento de peso, dor de cabeça leve, dor nas mamas, tonteira e mudança de humor.

Gabarito: CERTO

 

7. (CESPE/MPU/2010) Considerando os métodos de planejamento familiar, tanto os voltados para a concepção de filhos quanto os voltados para a prevenção da gravidez, julgue os próximos itens.

Usada como método contraceptivo masculino, a vasectomia é pouco frequente na população porque requer internação do paciente por 24 horas e afastamento das atividades laborais durante quatro dias.

Gabarito: ERRADO

A vasectomia é um procedimento cirúrgico simples, de pequeno porte, seguro e rápido. Não precisa de internação, pode ser feito no ambulatório com anestesia local. Consiste na ligadura dos ductos deferentes. Tem por objetivo interromper o fluxo de espermatozoides em direção à próstata e vesículas seminais para constituição do líquido seminal.

Finalizamos nossas dicas sobre o planejamento familiar e a banca CESPE. Siga nos acompanhando no site do Gran Cursos Online e conheça nosso programa de mentoria por bancas, que já está disponível para as bancas CESPE e FCC.

_______________________________________________________________

Fernanda Barboza é graduada em Enfermagem pela Universidade Federal da Bahia e Pós-Graduada em Saúde Pública e Vigilância Sanitária. Atualmente, servidora do Tribunal Superior do Trabalho, cargo: Analista Judiciário- especialidade Enfermagem, Professora e Coach em concursos. Trabalhou 8 anos como enfermeira do Hospital Sarah. Nomeada nos seguintes concursos: 1º lugar para o Ministério da Justiça, 2º lugar no Hemocentro – DF, 1º lugar para fiscal sanitário da prefeitura de Salvador, 2º lugar no Superior Tribunal Militar (nomeada pelo TST). Além desses, foi nomeada duas vezes como enfermeira do Estado da Bahia e na SES-DF. Na área administrativa foi nomeada no CNJ, MPU, TRF 1ª região e INSS (2º lugar), dentre outras aprovações.

_____________________________________________________________________

Estudando para concursos da área da Saúde? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e mais de 27 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!

Matricule-se!

garantia-de-satisfacao-30

Deixe uma resposta