Concurso Fiocruz – Nível médio 2016 paga inicial de R$ 3.418,81! Veja os destaques do cargo de assistente!

0
Fiocruz-Saiu-edital
Fundação Oswaldo Cruz (Concurso Fiocruz 2016) oferece 21 oportunidades de emprego para candidatos de nível médio! Remuneração de R$ 3,4 mil!

A Fundação Oswaldo Cruz (Concurso Fiocruz – Nível médio 2016),  instituição de nível federal vinculada ao Ministério da Saúde, está fora das medidas anunciadas pelo Governo Federal, assim como deverá acontecer com demais órgãos da área de saúde, educação, finanças e segurança pública. Prova disso é que o órgão publicou o edital de abertura destinado ao preenchimento de 21 vagas para a carreira de Assistente Técnico de Gestão em Saúde, de nível médio.

É uma excelente oportunidade para candidatos que possuem a qualificação escolar, pois a remuneração é de R$ 3.418,81, incluindo R$ 458 de auxílio-alimentação. Pensado em concurseiros/as focados como você e como forma de personalizar sua preparação, já elaboramos e disponibilizamos gratuitamente o ‘’Edital Verticalizado’’ da seleção para o cargo de Assistente. Com ele, você vai poder maximizar seus estudos, pondo fim à falta de organização, e ganhando orientação do que estudar dia a dia. Para ter acesso, basta clicar no link abaixo.

Fiocruz – Assistente Técnico de Gestão em Saúde

Do total de oportunidades, 14 serão para o Rio de Janeiro, onde fica a sede da fundação. As demais estão distribuídas da seguinte forma: duas para o Amazonas, uma para Bahia, uma para Brasília, uma para Minas Gerais, uma para o Paraná e uma para Pernambuco. Outras vagas poderão surgir ao longo da validade do concurso, que será de um ano, prorrogável por mais um. Como previsto, além do nível médio completo será preciso ter experiência de um ano para concorrer à carreira de assistente, já que isso consta no plano de cargos (fixado em lei).

As inscrições serão aceitas de 4 de julho a 8 de agosto, no SITE da Fiotec, organizadora. A taxa será de R$ 70. Já as provas objetivas, única etapa de avaliação, estão marcadas para 25 de setembro. 

A carreira

Atribuições

  • Assistente Técnico em Gestão em Saúde

Atribuições: Suporte administrativo: protocolo, conferência, atualização e arquivamento de documentos; estoque de material; Redação de minuta de documentos; Controle e manutenção de sistemas de informações da administração pública federal e sistemas institucionais; Contatos e recepção de pessoas; Participação em organização de eventos; Elaboração de planilhas, tabelas, quadros demonstrativos, gráficos, apresentações. Controle patrimonial.

Progressão

O candidato aprovado no próximo concurso para as carreiras de nível médio e superior da Fiocruz terá as atribuições da Classe correspondente ao cargo. Mas além das classes, os candidatos são postulados a um outro título dentro de uma classe, ou seja, ingressarão na Classe do posto –  padrão I, com exceção do posto de especialista, que é composta por classes e padrões únicos.

Entendendo…

Explicando melhor, cada ano equivale a um padrão. Anualmente os candidatos que ingressarem, serão avaliados e caso isso ocorra de forma positiva, acontecerá a progressão para o padrão posterior. Cada classe é composta por padrões e, ao final de alguns anos, os aprovados passarão de uma classe para outra. Isso acontecerá até que se chegue última classe e padrão, cerca de 13 anos.

A promoção é a movimentação do servidor do último padrão de uma classe para o primeiro padrão da classe seguinte, observado o interstício de um ano em relação à progressão funcional imediatamente anterior, dependendo, cumulativamente do resultado de avaliação formal de desempenho e da participação em curso de aperfeiçoamento oferecido, preferencialmente, pelo órgão, na forma prevista em regulamento.

Evolução remuneratória: Consequentemente, os valores da remuneração aumentarão. Ganhando inicialmente até R$ 3,4 mil, o servidor chega a classe alta com até de R$ 7. Veja abaixo.

FIOCRUZ-ASS-TÉC-REM

Os servidores contam ainda auxílio alimentação de R$ 458. Quem tem filho tem direito ainda a auxílio-creche de R$ 321. Há também benefícios como adicional de qualificação e adicional de cursos de capacitação. É importante, antes de começar a estudar, planejar o estudo, para que não haja perdas de tempo e esforços desnecessários. Estudar para concursos exige eficiência, pois o tempo é o recurso mais precioso de todos. Quem se preparar com as melhores fontes (livros, cursos, aulas) estará na frente dos demais candidatos.

A preparação para concursos públicos, seja qual for, exige cada vez mais um maior grau de comprometimento. E tratando-se de um concurso como o da Fiocruz, além de planejada, a preparação precisa ser focada, direcionada e objetiva. Saber dividir o tempo de forma proporcional à cobrança; fazer revisões constantes; elaborar resumos; saber quando é a hora de fazer simulados e exercícios gabaritados e comentados; dentre outros aspectos; é crucial na preparação daqueles que vão conseguir uma das vagas. E no que diz respeito à divisão do tempo de estudo entre as disciplinas.

Deixe uma resposta